A janela da alma de Dona Izabel

Conheci Dona Izabel numa viagem que  fizemos pelo Vale com a intenção de conhecer os artesãos da região. Viajamos por 13 dias ao encontro deles, chegávamos e a conversa era logo temperada pelo afeto de todos, em dois minutos já  estávamos na cozinha, como aconteceu na casa da Dona Izabel, onde eu mesma fui pro fogão de lenha fazer bife pra gente almoçar, já que restaurante é coisa inexistente numa cidadezinha como Santana dos Volantes, na região de Araçuaí.

Conhecer a pessoa, o trabalho, onde e como vive é beber no leito. Dona Isabel é doce feito água do rio, e a exposição em cartaz no Sesc Palladium em BH é o que ela é: chão e barro, terra, suas cores e sua beleza.

As figuras que ela produz evocam sempre um ritual de passagem, noivado, casamento, procriação. A riqueza das vestimentas e os detalhes nos encantam, no meu caso os brincos sempre me chamam atenção. O desbotamento do tecido do terno do noivo, assim como a postura do corpo e do olhar do casal, me fez perder (ganhar) tempo.  No texto da exposição do curador o que mais me chamou atenção e que nunca tinha visto nada referendado, foi a comparação do olhar das bonecas de Izabel com a tridimensionalidade dos olhos vidrados das imagens sacras, barrocas, em madeira policromada. Ao contrário dos artesãos da região, que pintam os olhos, os feitos por Izabel se caracterizam pela modelagem tridimensional. Toda a obra é confeccionada em partes separadas, principalmente a cabeça.

Izabel aprendeu com a mãe a fazer utensílios, que nas mãos dela, logo teve sua interpretação, nas barraquinhas em que apresentavam seus trabalhos, Izabel logo começou a fazer moringas cuja cabeça era de boneca, segundo ela “As pessoas tinham um encante”!

Sobre as mulheres amamentando ela diz: “É tão bonito dar mamá e as mulheres de agora não querem mais. Então eu faço no barro pra elas ver se elas olha e dá vontade”.

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>